POTENCIAL DO NABO FORRAGEIRO PARA BIODIESEL: EXTRAÇÃO DO ÓLEO E PRODUÇÃO DE ÉSTERES

  • Natália Stevanato Universidade Estadual de Maringá
  • Bruna Tais Ferreira de Mello
  • Thainara Bovo Massa
  • Camila da Silva Universidade Estadual de Maringá

Resumo

A aplicação de matérias-primas não comestíveis para a produção de biodiesel é uma alternativa para redução de custos e possível esgotamento de alimentos provenientes da aplicação de oleaginosas comestíveis que são geralmente aplicadas. Por esta razão, a produção de biodiesel a partir do óleo das sementes de nabo forrageiro é interessante. O óleo das sementes de nabo forrageiro (Raphanus sativus L.) é considerado não comestível devido ao elevado teor de ácido erúcico e possui características favoráveis para tal finalidade, como elevado teor de óleo, composição adequada em ácidos graxos e outras características físico-químicas.  Tecnologias de extração de óleos e produção de ésteres são abordados como recursos que podem sustentar a produção de biodiesel a partir de óleos não comestíveis, reduzindo insumos e gastos energéticos. Diante disto, o objetivo deste trabalho é revisar a potencialidade do óleo das sementes de nabo forrageiro para a produção de biodiesel e de tecnologias de intensificação de processos.
Publicado
2020-03-31
Como Citar
STEVANATO, Natália et al. POTENCIAL DO NABO FORRAGEIRO PARA BIODIESEL: EXTRAÇÃO DO ÓLEO E PRODUÇÃO DE ÉSTERES. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 35, p. eRUR2872, mar. 2020. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/2872>. Acesso em: 07 ago. 2020.
Seção
2º Seção: Ciências Exatas, da Terra e Engenharias