Carnitina – Metabolismo, funções e potencial terapêutico

Authors

  • GISELE LOPES BERTOLINI USP

Keywords:

L-carnitina, DL-carnitina, suplementação, metabolismo

Abstract

A L-carnitina é essencial para o transporte de ácidos graxos de cadeia longa para o
interior da mitocôndria, onde sofrem β-oxidação (FRITZ, 1963). A carnitina pode ser
encontrada nas formas L- e D-carnitina. Contudo, somente o L-isômero é
biologicamente ativo. A L-carnitina é um componente normal da dieta, sendo
encontrada em maior quantidade em produtos de origem animal. Também é sintetizada
no organismo (LEIBOVITZ e MUELLER, 1993). Várias investigações clínicas têm
sido feitas sobre as conseqüências da deficiência de L-carnitina, bem como sobre os
efeitos da suplementação sobre determinadas patologias. Apesar de existirem muitas
investigações sobre os efeitos da suplementação com L-carnitina, sobre determinadas
patologias, como na melhora do desempenho durante exercício, em certas desordens
musculares, síndromes de deficiência genética de L-carnitina, doenças renais, desordens
hepáticas, doenças cardiovasculares, diabetes e hiperlipidemias, a eficácia da
suplementação de humanos com carnitina, só é comprovada em casos onde há
deficiência primária ou secundária de L-carnitina.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2004-06-30

How to Cite

BERTOLINI, G. L. (2004). Carnitina – Metabolismo, funções e potencial terapêutico. Revista Uningá, 1(1). Retrieved from https://revista.uninga.br/uninga/article/view/331