PREVALÊNCIA DE REAÇÕES ALÉRGICAS RELACIONADOS AOS ALIMENTOS ENTRE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS

  • Jhonatan Gabriel De Paula Lopes Unicesumar
  • Nathália Cristina Vieira Ramos Acadêmica do Curso de Biomedicina, Centro Universitário de Maringá – UNICESUMAR
  • Claudenice Francisca Providelo Doutora, Docente, UNICESUMAR.
  • Daniele Fernanda Felipe Doutora, Docente, UNICESUMAR.

Resumo

A alergia alimentar ocorre devido uma interação com o sistema imunológico após o contato (ingestão, cutâneo ou inalação) de algum alimento que contenha o alérgeno, produzindo uma resposta. Com o aumento de reações alérgicas causados pelos alimentos, torna-se importante o levantamento da prevalência de dados atualizados para que hajam investimentos em estudos futuros na redução de efeitos gerados pelos alérgenos nos alimentos. Baseado neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo realizar um estudo de prevalência de reações alérgicas relacionados aos alimentos entre estudantes universitários de uma instituição privada do município de Maringá-PR. Para a coleta dos dados utilizou-se um questionário contendo perguntas abertas e fechadas com relação a dados pessoais e específicos sobre fatores relacionados a alergia alimentar. Em seguida, os dados foram analisados e demonstrados em tabelas e gráficos. Foi observado que a prevalência de indivíduos com alergia alimentar foi de 14,3%, sendo que a alergia a frutos do mar apresentou maior prevalência nos participantes. Os resultados obtidos poderão contribuir para promover dados atuais de prevalência de reações alérgicas relacionados aos alimentos, envolvendo a comunidade científica para estudos mais avançados.

Publicado
2018-06-12
Como Citar
LOPES, Jhonatan Gabriel De Paula et al. PREVALÊNCIA DE REAÇÕES ALÉRGICAS RELACIONADOS AOS ALIMENTOS ENTRE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 55, n. 1, p. 195-205, jun. 2018. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/574>. Acesso em: 21 set. 2018.
Seção
Artigos