ENTEROCOCCUS MULTIRRESISTENTE A ANTIMICROBIANOS: UM IMPORTANTE PATÓGENO NOSOCOMIAL

Authors

  • MÁRCIA REGINA TERRA
  • MÁRCIA CRISTINA FURLANETO
  • LUCIANA FURLANETO MAIA

Abstract

Enterococcus é um patógeno oportunista que tem ganho notoriedade
ao longo das últimas décadas como importante causa
de infecções nosocomiais, tais como, a bacteremia, endocardite,
infecções de sítio cirúrgico. A presença de determinantes genéticos
que codificam mecanismos de resistência a antimicrobianos
empregados na clínica médica é a base para a capacidade
de colonização e persistência em ambientes hospitalares. O
presente estudo de revisão bibliográfica foi realizado por meio
de levantamento bibliográfico em plataformas tais como periódicos
CAPES, Lilacs, PubMed, Scielo e Web of Science a
cerca da resistência de Enterococcus a antimicrobianos com o
objetivo de levantar os principais mecanismos de ação dos
antimicrobianos empregados para o tratamento de infecções
enterocóccicas e os mecanismos de resistência de Enterococcus
a estes fármacos. A sua resistência a uma ampla gama de antimicrobianos
pode ser um caractere intrínseco como a resistência
às cefalosporinas, β-lactâmicos e sulfonamidas ou adquirida
por meio de plasmídeos tal como a resistência aos aminoglicosídeos,
cloranfenicol e glicopeptídeos. Em conclusão, em
razão ao uso de antimicrobianos de forma rotineira na clínica
médica Enterococcus desenvolveu uma resposta adaptativa
frente a pressão exercida por esses fármacos resultando em
resistência a antimicrobianos.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2017-03-10

How to Cite

TERRA, M. R., FURLANETO, M. C., & MAIA, L. F. (2017). ENTEROCOCCUS MULTIRRESISTENTE A ANTIMICROBIANOS: UM IMPORTANTE PATÓGENO NOSOCOMIAL. Uningá Review, 29(3). Retrieved from https://revista.uninga.br/uningareviews/article/view/1989