TOXOPLASMOSE NA GESTAÇÃO – CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS

Authors

  • VIVIAN APARECIDA DIAS
  • MARIANA APARECIDA LOPES ORTIZ

Abstract

A toxoplasmose é uma doença causada pelo protozoário
Toxoplasma gondii, que apresenta em seu ciclo de vida,
felinos como hospedeiro definitivo, mamíferos e aves, como
hospedeiros intermediários. Os hospedeiros definitivos,
através de suas fezes contaminam o solo, a água e os vegetais
com os oocistos de T. gondii. O ser humano, devido à
más condições alimentares e saneamento básico muitas
vezes deficiente se infecta. Esta infecção geralmente é assintomática,
porém em pacientes imunocomprometidos
pode gerar um quadro grave. Gestantes contaminadas podem
transmitir toxoplasmose ao feto, podendo deixar sequelas
como retardo mental, cegueira ou até mesmo provocar
a morte do feto. Assim como em outros países, o Brasil
apresenta cerca de 50% a 80% de mulheres que já tiveram
contato com o parasita. Dessa forma, é importante a
realização de exames sorológicos no pré-natal para a identificação
desta patologia, visando o tratamento adequado e
garantindo melhor qualidade de vida para a criança. Medidas
preventivas podem ser tomadas, a fim de evitar a
contaminação por T. gondii, como: evitar o consumo de
carne crua, ou malcozida; lavar bem os alimentos antes de
consumi-los; lavar as mãos após o contato com o solo ou
areia e fornecer a alimentação correta aos gatos.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2017-01-10

How to Cite

DIAS, V. A., & ORTIZ, M. A. L. (2017). TOXOPLASMOSE NA GESTAÇÃO – CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS. Uningá Review, 29(1). Retrieved from https://revista.uninga.br/uningareviews/article/view/1920

Most read articles by the same author(s)