QUALIDADE DE VIDA, ATIVIDADE FÍSICA E COGNIÇÃO NA POPULAÇÃO IDOSA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Resumo

O presente estudo revisou a literatura sobre tema “qualidade de vida, atividade física e cognição na população idosa”. A busca dos manuscritos foi realizada em sete bases de dados e na lista de referências dos artigos selecionados. Foram incluídos na revisão os estudos originais, publicados entre 2005 e 2017, que investigaram a associação ou a relação entre qualidade de vida (QV), atividade física (AF) e cognição, ou tiveram como desfecho alguma dessas variáveis em pessoas idosas. A busca rendeu 544 títulos potencialmente relevantes; 16 estudos atenderam aos critérios de inclusão e foram revisados. Foram encontrados quatro estudos de intervenção, um estudo de coorte prospectivo e onze estudos transversais. Do total de estudos, 87,5% envolveram idosos de ambos os sexos. A QV foi amplamente relacionada ao fato de serem ativos físicamente e a cognição mostrou-se associada à AF e à boa percepção da QV.  A educação apareceu na maioria dos estudos como dado sociodemográfico; apenas um estudo aplicou a educação como intervenção. As evidências sobre o impacto da frequência e da intensidade da AF sobre aspectos da QV e da cognição ainda é limitada. Estudos longitudinais e de intervenção são necessários para compreender melhor essa relação de dose/resposta entre AF, QV e cognição. A associação entre AF, QV e cognição é mais complexa do que geralmente se expõe na literatura e parece envolver mais variáveis mediadoras.
Publicado
2020-09-08
Como Citar
NAZAR, Fabiano et al. QUALIDADE DE VIDA, ATIVIDADE FÍSICA E COGNIÇÃO NA POPULAÇÃO IDOSA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 35, p. eRUR2789, set. 2020. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/2789>. Acesso em: 28 set. 2020.
Seção
3º Seção: Ciências Sociais e Humanas