PLANTAS COM ATIVIDADE ANTIFÚNGICA NO TRATAMENTO DA CANDIDÍASE: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

  • JÉSSICA DA SILVA RAIMUNDO
  • CLEYTON EDUARDO MENDES DE TOLEDO

Resumo

A candidíase consiste em uma infecção causada por levedurasdo gênero Candida. Essas infecções podem ser agudasou crônicas, localizadas ou sistêmicas. O agente maiscomum das candidíases é o fungo dimórfico Candida albicans,que é a segunda causa mais frequente de vulvovaginitee candidose oral. Assim este trabalho objetivou investigara produção cientifica sobre plantas com atividades antifúngicassobre leveduras do gênero Candida. Durante osúltimos anos observou-se o crescimento das infecções causadaspor fungos, cada ano que passa estão mais resistentesfrente aos antifúngicos disponíveis no mercado. Isto fazcom que haja necessidade de pesquisas em plantas, nabusca de atividades antifúngicas. A fitoterapia há váriosanos vem sendo utilizada com sucesso. No campo farmacológico,este é um meio promitente, pois as reações adversasdas plantas medicinais e fitoterápicos são inferiores emrelação aos medicamentos sintéticos. Descreve-se neste artigoas principais plantas medicinais e correlatos com atividadeantifúngica na candidíase, suas respectivas propriedadesfarmacológicas, nomes populares e principais constituintesfitoquímicos. Dentre elas estão: canela, romã, alecrim,boldo do chile, goiabeira, manjericão, orégano, limãosiciliano, bardana, calêndula, própolis vermelha, aroeira ebraúna.
Publicado
2017-02-10
Como Citar
RAIMUNDO, JÉSSICA DA SILVA; DE TOLEDO, CLEYTON EDUARDO MENDES. PLANTAS COM ATIVIDADE ANTIFÚNGICA NO TRATAMENTO DA CANDIDÍASE: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 29, n. 2, fev. 2017. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/1953>. Acesso em: 28 set. 2021.