OCORRÊNCIA DE SÍFILIS CONGÊNITA E OS PRINCIPAIS FATORES RELACIONADOS AOS ÍNDICES DE TRANSMISSÃO DA DOENÇA NO BRASIL DA ATUALIDADE - REVISÃO DE LITERATURA

  • ANA CÉLIA SCARI PIRES
  • DÉBORA DUCLOU OLIVEIRA
  • GIULLIA MOREIRA NETTO MORAIS ROCHA
  • ADRIANA SANTOS

Resumo

As doenças sexualmente transmissíveis (DST’s) constituem
um sério problema de saúde pública, sendo que, dentre elas,
a sífilis e a sífilis congênita merecem destaque. A sífilis congênita
é uma doença de fácil prevenção, porém constitui
um desafio até os dias de hoje. Este artigo teve como objetivo
realizar uma revisão integrativa da literatura abordando
a ocorrência de sífilis congênita, bem como, os principais
fatores que podem estar relacionados aos índices de
transmissão do Treponema pallidum no Brasil na atualidade.
Foram selecionados artigos como amostra. Dados revelam
que cerca de 12 mil recém-nascidos contraem sífilis no Brasil
a cada ano, devido ao fato das mães não se submeterem
a um pré-natal adequado. Outros fatores que podem levar
à ocorrência da doença são: falta de informação, acesso
limitado aos cuidados da saúde, baixo nível socioeconômico,
não tratamento do parceiro infectado, falta do uso de preservativo,
entre outros discutidos no artigo. A partir dos
resultados e da discussão, conclui-se que só haverá redução
da ocorrência da doença quando medidas efetivas de prevenção
e controle forem adotadas, assim como campanhas
de conscientização.

Publicado
2018-01-12
Como Citar
PIRES, ANA CÉLIA SCARI et al. OCORRÊNCIA DE SÍFILIS CONGÊNITA E OS PRINCIPAIS FATORES RELACIONADOS AOS ÍNDICES DE TRANSMISSÃO DA DOENÇA NO BRASIL DA ATUALIDADE - REVISÃO DE LITERATURA. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 19, n. 1, jan. 2018. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/1522>. Acesso em: 20 out. 2018.