MEDOS E ANSEIOS DE PUÉRPERAS DE RECÉM-NASCIDOS PREMATUROS ASSOCIADOS À INEXISTÊNCIA DE CONHECIMENTO: UM OLHAR COM BASE EM PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS

  • Nadijane Silva de Sousa faculdade do meio norte-FAEME
  • Leonilson Neri dos Reis faculdade do meio norte-FAEME
  • Ernando Silva de Sousa Faculdade do Médio Parnaíba-FAMEP
  • Tatyanne Silva Rodrigues faculdade do meio norte-FAEME e AESPI-FAPI

Resumo

O objetivo geral deste estudo é de identificar elementos reveladores dos medos e anseios da puérpera associados com recém-nascido prematuro, a partir de uma análise de resultados de publicações científicas acerca dessa problemática. Emerge da falta de conhecimento em relação à internação de seu filho em uma Unidade de Terapia intensiva Neonatal (UTIN). Essa inexistência de conhecimento faz com que a mulher se sinta apreensiva e despreparada ao mesmo tempo. Nesta pesquisa apresentam os diversos sentimentos e situações vividas por essas mães, mostrando que, a maioria destes anseios e medos, podem ser superados positivamente. Trata-se de uma revisão de literatura publicadas entre os anos 2008 a 2016. Utilizaram-se artigos das bases de dados eletrônicas Scientific Electronic Library Online - Scielo e Biblioteca Virtual em Saúde - BVS, empregando os descritores: medos e anseios, prematuro, gestação de risco e parto, distribuídos nas seguintes categorias: os medos e anseios da puérpera de recém-nascido prematuro, as consequências trazidas por a inexistência de conhecimento, a gestante de alto risco que supostamente resultará em um parto prematuro e a atuação dos profissionais de saúde diante desta fase. Destacam-se nos artigos os diversos sentimentos vividos pela puérpera de recém-nascido prematuro, notando-se que essas sensações fazem uma grande mudança no psicológico da mulher. Conclui-se que, a gestação de risco, geralmente, pode levar a um parto prematuro. Isso trará muitos sentimentos desconhecidos para a mãe puérpera. Em decorrência disso, essas mães, consequentemente, necessitarão de ótimos cuidados voltados a seu filho, e de um equilíbrio emocional que, no entanto.  serão ofertados pela assistência.
 
Palavras-chave: Medos e anseios; Prematuro; Gestação de risco; Parto.
 

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##
Enfermeira, Discente de Pós-graduação em Saúde da Família com Docência do Ensino Superior da Faculdade Evangélica do Meio Norte-FAEME.
##submission.authorWithAffiliation##
Enfermeiro, Discente de Pós-graduação em Saúde da Família com Docência do Ensino Superior da Faculdade Evangélica do Meio Norte-FAEME.
##submission.authorWithAffiliation##
Enfermeiro, Discente Pós-graduação em Obstetrícia da Faculdade do Médio Parnaíba-FAMEP.
##submission.authorWithAffiliation##
Professora Orientadora, Enfermeira. Mestre em Enfermagem pela UFPI. Docente das Faculdades AESPI/FAPI e FAEME.
Publicado
2019-06-02
Como Citar
SOUSA, Nadijane Silva de et al. MEDOS E ANSEIOS DE PUÉRPERAS DE RECÉM-NASCIDOS PREMATUROS ASSOCIADOS À INEXISTÊNCIA DE CONHECIMENTO: UM OLHAR COM BASE EM PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 56, n. 2, p. 1-21, jun. 2019. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/2587>. Acesso em: 18 ago. 2019.
Seção
Artigos