MIELOLIPOMA EM GLÂNDULA ADRENAL DE UM CANINO

Resumo

O presente relato visa descrever os achados macroscópicos e histopatológicos de um canino com mielolipoma em glândula adrenal esquerda. Tumores de glândula adrenal são neoplasias frequentes em cães, porém mielolipomas são geralmente encontrados em bovinos ou primatas sendo infrequente em outras espécies. Um cadáver de um canino, sem raça definida, com diagnóstico clínico de doença renal aguda foi encaminhado ao Laboratório de Patologia para a realização da necropsia. Na abertura da cavidade abdominal foi encontrada uma massa crânio-medial ao rim esquerdo que circundava o hilo renal. O rim esquerdo apresentava leve aumento de volume. A massa foi diagnosticada microscopicamente como Mielolipoma e no rim esquerdo foram encontradas alterações que sugeriam isquemia renal. O diagnóstico de mielolipoma de adrenal foi considerado um achado incidental de necropsia, sendo a causa da morte deste canino uma doença renal bilateral de origem não determinada.  Porém, apesar deste tumor não estar relacionado ao óbito do animal lesões compatíveis com isquemia no rim esquerdo foram encontradas, demonstrando, que tumores benignos de adrenal, como o mielolipoma, podem gerar lesões por compressão no rim.
Publicado
2020-10-20
Como Citar
TOGNI, Monique et al. MIELOLIPOMA EM GLÂNDULA ADRENAL DE UM CANINO. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 35, p. eRUR3587, out. 2020. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/3587>. Acesso em: 23 nov. 2020.
Seção
1º Seção: Meio Ambiente e Agrárias