ASSISTÊNCIA DO ENFERMEIRO À CRIANÇA COM FIBROSE CÍSTICA

  • TAINÁ MARIANO
  • CARLA REGIANI CONDE

Resumo

Introdução: A fibrose cística é uma doença crônica, congênita e multissistêmica que afeta as glândulas exócrinas, podendo ocorrer em diversas células epiteliais, ductos de suor e pancreáticos, células secretoras de muco e sudoríparas. Objetivos: Descrever as estratégias do cuidado do enfermeiro à criança com fibrose cística e identificar as dificuldades do enfermeiro na prática da assistência à criança com fibrose cística. Método: Pesquisa de revisão de literatura, realizada na base de dado do LILACS no período de fevereiro a junho de 2015, utilizando os descritores: fibrose cística, cuidados de enfermagem e tratamento, sendo selecionadas 20 publicações nacionais. Resultados: Observou-se que a assistência de enfermagem promove conhecimentos e propõe procedimentos específicos aos pacientes portadores de fibrose cística, proporcionando apoio para a criança e a família, levando-os para uma capacitação do autocuidado e, assim, conseguindo diminuir as dificuldades enfrentadas, que é a adesão ao tratamento. Conclusão: A assistência do enfermeiro é imprescindível no cuidado à criança e familiar, pois tem papel de agente educador, cuidador, amigo, construindo um elo importante entre os envolvidos e a equipe multidisciplinar

Publicado
2018-01-09
Como Citar
MARIANO, TAINÁ; CONDE, CARLA REGIANI. ASSISTÊNCIA DO ENFERMEIRO À CRIANÇA COM FIBROSE CÍSTICA. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 52, n. 1, jan. 2018. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/1375>. Acesso em: 21 set. 2018.
Seção
Artigos