Caracterização das internações de idosos em uma Unidade de Terapia Intensiva, de um hospital público no interior do Paraná

  • CARINA STADINISKI GONÇALVES
  • MARICY MORBIN TORRES

Resumo

Com o aumento da população brasileira e o conseqüenteaumento da população de idosos com 60 anos ou mais, o numero deinternações hospitalares, envolvendo essa classe, seguiu tamanhaproporção. Sendo assim, o objetivo desse estudo foi caracterizar o perfildos idosos internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HospitalSanta Casa de Campo Mourão, no período de janeiro a junho de 2009. Osdados foram coletados a partir de consulta aos prontuários e fichas deinternação. Das 357 internações ocorridas no período, 150 (42,2%) eramreferentes a idosos acima de 65 anos de idade. Entre essas, a maior parte(51,30%) era do sexo masculino. As causas mais freqüentes de internaçãoforam as doenças relacionadas ao aparelho circulatório. A mortalidadegeral encontrada foi de (36,52%). Vale ressaltar a necessidade de umaampla orientação à população quanto ao diagnóstico precoce de doenças,visando diminuir a cronicidade de enfermidades que tanto afetam apopulação idosa.
Publicado
2017-12-27
Como Citar
GONÇALVES, CARINA STADINISKI; TORRES, MARICY MORBIN. Caracterização das internações de idosos em uma Unidade de Terapia Intensiva, de um hospital público no interior do Paraná. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 36, n. 1, dez. 2017. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/1107>. Acesso em: 25 ago. 2019.
Seção
Artigos