[1]
E. Stopa Santos, N. Martins Ruckstadter Neves, and R. M. Tófoli, “DESMATAMENTO E FLEXIBILIZAÇÃO DO CÓDIGO FLORESTAL BRASILEIRO: O DEBATE NO MEIO CIENTÍFICO E NAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS DE ENSINO”, Rev. Uningá Review, vol. 15, no. 2, p. 5, Sep. 2013.