Tratamento da má oclusão de Classe II de Angle utilizando o distalizador Jones jig seguido do aparelho fixo corretivo

Authors

  • MAYARA PAIM PATEL
  • LUIZ FILIPHE GONÇALVES CANUTO
  • JANINE DELLA VALLE ARAKI
  • KARINA MARIA SALVATORE FREITAS
  • JOSÉ FERNANDO CANSTANHA HENRIQUE

DOI:

https://doi.org/10.46311/2318-0579.22.eUJ851

Abstract

A etiologia da má oclusão de Classe II é considerada
multifatorial, sendo assim, o plano de tratamento pode ser diversificado
de acordo com os componentes esqueléticos envolvidos, maxila e/ou
mandíbula, bem como, com a severidade da discrepância ânteroposterior.
O tratamento da má oclusão de Classe II dentária envolve uma
distalização de molares superiores ou extrações dentárias, sendo que em
ambas as terapias, uma mínima cooperação por parte do paciente é
necessária. Os distalizadores intrabucais foram desenvolvidos com o
propósito de corrigir a Classe II independente da colaboração dos
pacientes, contudo, a experiência clínica demonstrou que mesmo mínima,
a cooperação será necessária. Esses dispositivos promovem uma
distalização rápida e eficiente, porém, caracterizada inúmeras vezes pela
angulação e extrusão dos molares superiores. Este trabalho tem como
propósito apresentar o desenvolvimento de um caso clínico caracterizado
por uma má oclusão de Classe II e suave apinhamento no arco superior; a paciente foi submetida ao tratamento utilizando inicialmente o
distalizador Jones jig seguido do aparelho fixo corretivo.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

21-12-2009

How to Cite

PATEL, M. P., CANUTO, L. F. G., ARAKI, J. D. V., FREITAS, K. M. S., & HENRIQUE, J. F. C. (2009). Tratamento da má oclusão de Classe II de Angle utilizando o distalizador Jones jig seguido do aparelho fixo corretivo. Revista Uningá, 22(1). https://doi.org/10.46311/2318-0579.22.eUJ851

Issue

Section

Health Sciences

Most read articles by the same author(s)

<< < 1 2 3 4