PUNÇÃO DA VEIA CAUDAL PARA ANÁLISE GLICÊMICA EM RATOS WISTAR:UMA PROPOSTA DE MÉTODO DE CONTENÇÃO

  • Palloma de Almeida Soares Hocayen

Resumo

A contenção física de um animal destinado à experimenta-ção deve ser realizada com cuidado para evitar acidentesdurante a manipulação. Contensões adequadas beneficiamtanto o animal de experimentação como o pesquisador. Otrabalho tem por objeto descrever um método de contençãoanimal de maneira segura para o pesquisador e que nãotraga desconforto ao animal. O modelo de contenção de-senvolvido foi a construção de uma caixa de contenção comdimensões adequadas para os animais da pesquisa, visandouma maior facilidade do manuseio dos animais durante oprocedimento de punção da veia caudal, para análise gli-cêmica. A caixa feita de papelão com dimensões de27x10x10cm e 23x10x10cm, variando estas dimensões deacordo com o tamanho dos animais que faziam parte dapesquisa, tendo duas aberturas, sendo uma de 1,5x1,5cmpara a exposição da região da cauda e outra de 2x2cm naregião da boca, para possibilitar ventilação para o animal.Este método facilita a manipulação do animal, sem ocorrerriscos para o pesquisador e para o próprio animal, nãosendo necessário a utilização de anestésicos e sedativos que podem em alguns procedimentos interferir nas análisesrealizadas.
Publicado
2013-09-10
Como Citar
DE ALMEIDA SOARES HOCAYEN, Palloma. PUNÇÃO DA VEIA CAUDAL PARA ANÁLISE GLICÊMICA EM RATOS WISTAR:UMA PROPOSTA DE MÉTODO DE CONTENÇÃO. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 15, n. 2, p. 1, set. 2013. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/751>. Acesso em: 30 nov. 2021.