HISTÓRICO SOBRE A VACINA CONTRA O ROTAVÍRUS

  • ANA PAULA SANCHES HAYAKAWA
  • RENATA ALESSANDRA SADOWSKI
  • MARIA IDALINA MARQUES FERNANDES

Resumo

Trata-se de uma revisão de literatura sobre a vacinação contra o rotavírus humano. Com o objetivo de conhecer as gerações da vacina contra o rotavírus e seus efeitos até chegar a vacina utilizada atualmente. O rotavírus é um vírus que causa diarréia grave, acompanhada de febre e vômito, que atinge principalmente crianças menores de cinco anos e adultos em menor intensidade. É uma doença não relacionada a medidas de saneamento básico, mas sim por meio de contato pessoa a pessoa. No mundo cerca de 125 milhões de episódios diarréicos por rotavirus ocorrem geralmente a cada ano, causando entre 600.000 a 870.000 óbitos. Mediante esses dados foi desenvolvido no início da década de 80 a primeira geração da vacina contra rotavirus, sendo essa de origem animal. Em 1998 foi licenciada nos Estados Unidos a vacina tetravalente contra o rotavirus, no entanto após a sua introdução, foram notificados ao Sistema de Vigilância de Eventos adversos pós-vacinais, 15 casos de invaginação intestinal entre lactantes que receberam a vacina, o que culminou em 1999 no adiamento da vacinação até que melhores avaliações fossem feitas, assim ela foi suspendida. Apesar das decepções os laboratórios Glaxo Smith Kline e Merck realizaram pesquisas em mais de 69.000 crianças em 11 países industrializados pela empresa Merck e 63.000 crianças da Finlândia e de 11 países da América Latina incluindo Brasil pela empresa Glaxo Smith Kline para fabricarem uma nova vacina. A vacina implantada no Brasil requer como esquema duas doses, sendo a primeira realizada aos dois meses de vida e a segunda aos quatro meses, por via oral.
Publicado
2010-01-11
Como Citar
HAYAKAWA, ANA PAULA SANCHES; SADOWSKI, RENATA ALESSANDRA; FERNANDES, MARIA IDALINA MARQUES. HISTÓRICO SOBRE A VACINA CONTRA O ROTAVÍRUS. Uningá Review Journal, [S.l.], v. 1, n. 1, jan. 2010. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/477>. Acesso em: 26 jan. 2022.