INFLUÊNCIA DA ESTABULAÇÃO E ALIMENTAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DA SÍNDROME CÓLICA EM EQUINOS

Resumo

A síndrome cólica é uma das principais emergências clínicas e cirúrgicas que acometem equinos de todas as raças e idades, na qual se não tratada, pode ser fatal. A enfermidade vem acompanhada de sinais sistêmicos intensos, e pode ser convertida por meio da clínica médica ou cirúrgica, dependendo da gravidade do caso. Sabendo da importância dessa síndrome, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a influência da estabulação e da alimentação no desenvolvimento da cólica, através da revisão bibliográfica. Diante das informações encontradas, conclui-se que a maior parte dos casos de cólicas estão relacionados com o manejo errôneo do animal, principalmente em relação a alimentação e restrição de exercício físico. Portanto, é de extrema importância informar aos proprietários desses animais sobre como deve ser feito o fornecimento de alimento tanto em quantidade como em qualidade, e sobre como a prática de atividade física pode evitar o desenvolvimento de distúrbios gastrointestinais.
Publicado
2021-09-08
Como Citar
DE CARVALHO, Gabriela Martins et al. INFLUÊNCIA DA ESTABULAÇÃO E ALIMENTAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DA SÍNDROME CÓLICA EM EQUINOS. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 36, p. eURJ4019, set. 2021. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/4019>. Acesso em: 28 set. 2021.
Seção
1º Seção: Meio Ambiente e Agrárias