APROVEITAMENTO DOS SUBPRODUTOS DO PROCESSAMENTO DA INDÚSTRIA DE CARNES NA NUTRIÇÃO HUMANA

  • Djéssica Tatiane Raspe Universidade Estadual de Maringá
  • Murilo Augusto Tagiariolli

Resumo

Um dos desafios recentes da Tecnologia de Alimentos, em função da escassez cada vez maior de alimentos, é o aproveitamento eficiente da matéria-prima, principalmente da carne e seus subprodutos, evitando desperdícios e obtendo o máximo de aproveitamento dos recursos nutritivos existentes. Subproduto comestível da indústria da carne é qualquer parte comestível de valor econômico, menos a carcaça limpa, derivada do abate de animais de corte. O sangue não é considerado um subproduto, mas tem apresentado utilização em diversas áreas, inclusive no âmbito alimentício. Sua recuperação dos animais é de aproximadamente 3,0 a 4,0%, com importância destacável tanto em relação a saúde pública como econômica, no entanto, seu uso no processamento de produtos cárneos pode significar um produto final de cor escura e pouco palatável. O objetivo deste trabalho foi buscar levantar informações sobre os subprodutos gerados do abate animal, dando ênfase aos destinos propostos e reportados principalmente ao sangue dos animais quando aplicados à alimentos.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##
Tecnóloga em Alimentos (2012) e Mestre em Bioenergia pela Universidade Estadual de Maringá (2014). Vinculada à mesma Universidade, atualmente é discente do curso de doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência de Alimentos (2019).
Publicado
2020-03-31
Como Citar
RASPE, Djéssica Tatiane; TAGIARIOLLI, Murilo Augusto. APROVEITAMENTO DOS SUBPRODUTOS DO PROCESSAMENTO DA INDÚSTRIA DE CARNES NA NUTRIÇÃO HUMANA. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 35, p. eRUR3483, mar. 2020. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/3483>. Acesso em: 07 ago. 2020.
Seção
1º Seção: Meio Ambiente e Agrárias