INFLUÊNCIA DA TÉCNICA DE COLETA DE SÊMEN PÓS ORQUIECTOMIA SOBRE A MORFOLOGIA ESPERMÁTICA DE UM OVINO

  • GEOVANA ALVES DOS SANTOS
  • STÉFANY SEGATI
  • MATHEUS HENRIQUE LIMA DE SOUZA
  • GULHERME YURI DOS SANTOS
  • MURILO CAVICCHIOLI
  • GUSTAVO ROMERO GONÇALVES

Resumo

Atualmente, observa-se a ovinocultura em larga ascensão no cenário nacional. Para tanto, é de grande valia a manutenção de animais na vida reprodutiva. Contudo, quando a realização da orquiectomia se faz necessária por questões patológicas e/ ou comportamentais, o produtor pode dispor de técnicas de coleta de sêmen com o propósito de continuar utilizando o material genético do animal. Tendo em vista a manutenção da qualidade e viabilidade do sêmen, o trabalho em questão tem por objetivo avaliar a influência de diferentes técnicas de coleta de sêmen após a realização da orquiectomia em um ovino. Para a realização deste trabalho, durante a rotina do Núcleo de Grandes Animais do Centro Universitário Ingá (UNINGÁ), um carneiro foi submetido à orquiectomia eletiva e, em seguida, os testículos obtidos foram analisados individualmente, sendo que em cada um foi empregado um método de coleta de sêmen (ordenha e slice). Subsequente à execução das técnicas, o ejaculado coletado foi colocado em placas de Petri identificadas com cada técnica e, em seguida, elaborada a confecção das lâminas também identificadas e analisadas via microscópio óptico. A contagem dos espermatozoides para avaliação morfológica deu-se em média de 200 unidades, subdivididos entre normais e defeituosos. Na técnica de slice (fatiamento), considerou-se o montante de 43 defeitos, correspondendo a 21,5% dos espermatozoides avaliados, à proporção que, na técnica de ordenha (ordenha da cauda do epidídimo), foram obtidos 18 defeitos, representando aproximadamente 9% da totalidade. Os defeitos encontrados foram: espermatozoides com cauda enrolada, presença de gota citoplasmática distal e cabeça solta. Em inferência aos resultados, conclui-se que a técnica de ordenha quando comparada ao slice, apresentou melhores resultados, porém, ambas podem ser aplicadas como métodos de coleta, visto que a porcentagem de efeitos está dentro da normalidade (até 20%). Contudo, é impreterível a realização deste experimento em maior escala, a fim da obtenção de resultados mais expressivos.
Publicado
2019-09-24
Como Citar
SANTOS, GEOVANA ALVES DOS et al. INFLUÊNCIA DA TÉCNICA DE COLETA DE SÊMEN PÓS ORQUIECTOMIA SOBRE A MORFOLOGIA ESPERMÁTICA DE UM OVINO. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 34, n. S1, p. 14, set. 2019. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/3060>. Acesso em: 20 out. 2019.