ASPECTOS ULTRASSONOGRÁFICOS DA VESÍCULA EMBRIONÁRIA E DO CORPO LÚTEO AOS QUARENTA DIAS DE GESTAÇÃO DE ÉGUAS DA RAÇA QUARTO DE MILHA

  • LORRAINE MAYUMI NIRO
  • MARIANE MATARA DE ALMEIDA
  • CARLA NAZARÉ MAGALHÃES
  • MONIQUE RUSCH ROSSATO
  • VITÓRIA GAMBARO STECANELLA
  • GUSTAVO ROMERO GONÇALVES

Resumo

O acompanhamento gestacional, assim como a precocidade do diagnóstico da gestação são fundamentais, pois contribuem significativamente para a adequação de manejo correto, bem como para manter a identificação de possíveis alterações. A ultrassonografia é um método de diagnóstico que possibilita a detecção de prenhez precoce, idade gestacional, anormalidades fetais, gestações gemelares e até mesmo morte embrionária. Nos primeiros dias de gestação há um grande risco de abortamentos, por esse motivo as fêmeas devem ser submetidas a cuidados especiais como evitar o estresse e outros fatores que possam levar a um desequilíbrio dos animais. A partir disso, objetivou-se com o presente estudo discorrer sobre as características ultrassonográficas da vesícula embrionária e do corpo lúteo de éguas Quarto de Milha, gestantes aos quarenta dias. Foram acompanhadas 7 éguas provenientes do mesmo rancho localizado na cidade de São Jorge do Ivaí - PR. Para a execução do exame, os animais foram contidos em troncos de contenção adequado para a espécie e, em seguida, o exame de ultrassonografia transretal foi realizado a fim de observar as características das imagens obtidas (Infinity 3v®; probe linear de 7,5 MHz). Pode se observar a partir das imagens feitas, um diâmetro vesicular e de corpo lúteo médio de 40,21 ± 12,78 mm e 21,14 ± 3,5 mm, respectivamente. Além disso, a presença do feto no interior da vesícula embrionária localizado na porção mais ventral, sendo visíveis também os batimentos cardíacos e o cordão umbilical inserido na porção dorsal da mesma. O corpo lúteo apresentava-se de coloração hiperecogênica e com células distribuídas por todo o parênquima com aspecto homogêneo. Os achados condizem com relatos feitos por outros autores durante o mesmo tempo gestacional, como por exemplo, na descrição de Gimenes, Araújo e Ferreira (2013). Portanto, pode-se concluir a partir do presente estudo que a gestação possui suas diferentes fases e cada uma pode ser caracterizada por achados durante a execução do exame ultrassonográfico destes animais, além de ser considerado um momento sensível, o qual requer uma série de cuidados e o conhecimento sobre todas as estruturas e suas características fisiológicas durante o acompanhamento gestacional.
Publicado
2019-09-24
Como Citar
NIRO, LORRAINE MAYUMI et al. ASPECTOS ULTRASSONOGRÁFICOS DA VESÍCULA EMBRIONÁRIA E DO CORPO LÚTEO AOS QUARENTA DIAS DE GESTAÇÃO DE ÉGUAS DA RAÇA QUARTO DE MILHA. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 34, n. S1, p. 7, set. 2019. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/3046>. Acesso em: 20 out. 2019.