MAPAS TÁTEIS E MATERIAL DOURADO PARA APRENDIZAGEM E COMPREENSÃO DO ESPAÇO GEOGRÁFICO MUNICIPAL E ESCALAS: UMA ABORDAGEM PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL

UMA ABORDAGEM PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL

  • FÁBIO MICENE
  • KATIELI TIVES MICENE Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR
  • ADRIANA SALVIATO ULLER

Resumo

A visão é um dos sentidos mais importantes que o indivíduo possui como referência ao mundo exterior, no entanto milhões de pessoas em toda Terra possuem perda total ou parcial deste sentido. A inclusão de tais pessoas, em especial à educação através de metodologias diferenciadas, é assegurada por lei e foi-se ao encontro destas premissas que se realizou este trabalho. A presente pesquisa foi realizada numa perspectiva qualitativa, fazendo uso da metodologia de estudo de caso, tendo como sujeitos alunos do Ensino Fundamental, Médio e Superior com deficiência visual. Para tanto, construíram-se mapas táteis da cidade de Ponta Grossa em diferentes escalas, onde os mesmos apresentaram os limites da cidade, os bairros e terminais de transporte coletivo. Foi utilizado também o material dourado como recurso para o ensino de escalas. A construção dos mapas táteis foi realizada utilizando materiais de fácil acesso, com baixo custo e de fácil confecção. Concluímos que o material confeccionado obteve bons resultados, pois conseguiu-se aplicá-lo de forma satisfatória, uma vez que os alunos afirmaram conseguir manuseá-lo facilmente, apontando que gostariam que este tipo de atividade fosse desenvolvida nas escolas, e que o método aplicado os auxiliou a compreender melhor o espaço geográfico municipal. Nesse sentido, essa pesquisa se caracteriza como relevante na área de Ensino da Geografia, tendo importância especialmente na área do ensino de pessoas com deficiência visual, sendo os mapas táteis e o material dourado formas de aprendizagem inclusiva a esses alunos, como forma de desenvolvimento da aprendizagem cartográfica.

Publicado
2018-07-25
Como Citar
MICENE, FÁBIO; MICENE, KATIELI TIVES; ULLER, ADRIANA SALVIATO. MAPAS TÁTEIS E MATERIAL DOURADO PARA APRENDIZAGEM E COMPREENSÃO DO ESPAÇO GEOGRÁFICO MUNICIPAL E ESCALAS: UMA ABORDAGEM PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 33, n. 2, p. 1 - 15, jul. 2018. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/300>. Acesso em: 21 ago. 2018.