INTERDISCIPLINARIDADE NA ABORDAGEM À VIOLÊNCIA INFANTOJUVENIL: UM DIÁLOGO NECESSÁRIO À FORMAÇÃO DOCENTE

  • MARIANNE LIRA DE OLIVEIRA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ
  • CÁSSIO EDUARDO SOARES MIRANDA

Resumo

A violência sofrida por crianças e adolescentes é um fenômeno histórico caracterizado por omissões ou transgressões de seus direitos básicos. No entanto, apesar de ser atribuído ao professor o papel de mediar e notificar casos suspeitos ou confirmados de violência, a formação pedagógica tem se mostrado deficiente diante de temas transversais como este, o que dificulta a atuação docente. O objetivo do presente estudo foi descrever aspectos relacionados à interdisciplinaridade na abordagem à violência infanto-juvenil durante a formação docente. Trata-se de um relato de experiência com abordagem qualitativa sobre o diálogo interdisciplinar proposto em uma das etapas do projeto de extensão “violência infanto-juvenil: perspectivas e atualidades”, desenvolvido na cidade de Chaval-CE durante os dias 10 e 11 de abril de 2019. Como resultados, os momentos de integração favoreceram o convívio e a articulação de ideias entre os gestores e professores de unidades escolares diferentes dentro da rede de ensino municipal. Esta integração é avaliada de maneira favorável tanto pela secretaria municipal de educação quanto pelos próprios participantes que conseguiram expor as situações vivenciadas em contexto escolar. Desta forma, concluiu-se que aspectos como a interdisciplinaridade na abordagem da violência e a intersetorialidade que compôs este projeto foram de suma importância para a aceitação, o retorno positivo dos participantes e a elaboração de propostas de ação. 
Publicado
2019-03-20
Como Citar
DE OLIVEIRA, MARIANNE LIRA; MIRANDA, CÁSSIO EDUARDO SOARES. INTERDISCIPLINARIDADE NA ABORDAGEM À VIOLÊNCIA INFANTOJUVENIL: UM DIÁLOGO NECESSÁRIO À FORMAÇÃO DOCENTE. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 34, n. 1, p. 49-57, mar. 2019. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/2945>. Acesso em: 17 nov. 2019.
Seção
3º Seção: Ciências Sociais e Humanas