AVALIAÇÃO IN-VITRO DA RESISTÊNCIA MECÂNICA DE LAMINADOS CERÂMICOS EM PRÉ-MOLARES SUPERIORES COM COBERTURA TOTAL DA CÚSPIDE VESTIBULAR

  • CARLOS ALEXANDRE BERTONCELO
  • MARCELO ALDRIGHI MOREIRA
  • CARLOS MARCELO ARCHANGELO
  • CLEVERSON DE OLIVEIRA SILVA
  • SERGIO SÁBIO
  • GIOVANI DE OLIVEIRA CORRÊA

Resumo

O objetivo do estudo foi o de avaliar a resistência mecânica
de laminados cerâmicos em primeiros pré-molares
superiores com cobertura total de cúspide. Foram
selecionados 12 dentes pré-molares superiores íntegros que
foram divididos em 2 grupos de cerâmicas : Grupo A1 – 3
cerâmica reforçada por fluorapatita e leucita (IPS d.sign),
Grupo A2 – 3 cerâmica reforçada por dissilicato de lítio
(IPS e.max Press), submetidos aos testes de fadiga
mastigatória e juntamente com outros dois subgrupos (sem
teste de fadiga): Grupo B1 – 3 laminados de cerâmica
reforçada por fluorapatita e leucita (IPS D. Sign), Grupo
B2 – 3 laminados de dissilicato de lítio (IPS e.max Press)
foram então levados para o teste de resistência à
compressão (Kratos, Equipamentos Industriais Ltda.) e
comparados quanto a quantidade de carga necessária para
a ocorrência da fratura. Não existiram diferenças
significativas entre as forças aplicadas aos tipos de
cerâmicas IPS d.sign sem teste e com teste e e.max sem
teste e com teste. No entanto observou-se diferenças
significativas entre as médias de forças aplicadas nas
facetas testadas entre os grupos A1 e B1, no tipo de
cerâmica IPS d.sign. Conclui-se que não houve diferença
estatística para a resistência mecânica entre os diferentes
grupos cerâmicos.

Publicado
2018-01-12
Como Citar
BERTONCELO, CARLOS ALEXANDRE et al. AVALIAÇÃO IN-VITRO DA RESISTÊNCIA MECÂNICA DE LAMINADOS CERÂMICOS EM PRÉ-MOLARES SUPERIORES COM COBERTURA TOTAL DA CÚSPIDE VESTIBULAR. REVISTA UNINGÁ REVIEW, [S.l.], v. 19, n. 1, jan. 2018. ISSN 2178-2571. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/1531>. Acesso em: 26 abr. 2018.