PNEUMONIA NO ESTADO DO PARANÁ-BRASIL UMA ANALISE SOBRE INCIDENCIA DE INTERNAÇÃO, TAXA DE MORTALIDADE E ÓBITO

  • Sara Canuto Herold UNINGÁ - Centro Universitário Ingá
  • Patricia Dias Rabelo UNINGÁ - Centro Universitário Ingá
  • Carolina Barranco Larcher UNINGÁ - Centro Universitário Ingá
  • Jessica Almeira Dall'Asta UNINGÁ - Centro Universitário Ingá
  • Paulo Sergio Belini Universidade Estadual de Londrina

Resumo

A pneumonia é uma infecção que se instala nos pulmões, provocada pela penetração de um agente infeccioso ou irritante. A maioria dos acometidos não apresenta complicações, apesar de haver casos que podem progredir para um quadro grave, podendo chegar a óbito. A evolução se difere em relação com a virulência do agente infeccioso e/ou ao estado de imunidade do hospedeiro. O objetivo dessa pesquisa é avaliar a incidência de internações, taxa de mortalidade e óbito por pneumonia entre as faixas etárias de 50 a mais de 80 anos, entre 2014 a 2019, estado do Paraná. A coleta e análise de dados do DATASUS, referente à pneumonia, foi realizada no estado do Paraná, nas faixas etárias de 50-59 anos; 60-69 anos; 70 a 79 anos e 80 anos e mais. Nesse estudo analisamos se houve redução ou aumento na porcentagem com o passar do tempo, sendo analisado as internações por ano assim como a taxa de mortalidade referente aos quadros de pneumonia. Em consideração ao número de internações referentes a pneumonia, na faixa etária entre 50 a 59 anos no Paraná, entre 2014 (3.995) e 2019 (4.000) ocorreu um aumento de 0,12%. Na faixa etária de 60 a 69 anos em 2014 (5.292) e 2019 (5.872) ocorreu redução, 10,98%. Entre 70 e 79 anos no período de 2014 (7.224) e 2019 (7.532) verificouse um aumento de 4,26% nas internações. Por fim, ao analisar a população de 80 anos e mais, nos anos de 2014 (7.010) a 2019 (8.433) observou-se um aumento de 20,30%. Quando falamos em número de taxa de mortalidade na faixa etária entre 50 a 59 entre 2014 (5,81) e 2019 (5,70) ocorreu uma redução de 1,89%. Na faixa etária de 60 a 69 anos no período 2014 (8,31) a 2019 (8,11) há aumento de 2,41%. Entre a faixa etária de 70-79, no período de 2014 (10,89) a 2019 (10,91) temos aumento de 0,18%. Por fim, na faixa etária de 80 anos e mais, no período de 2014 (17,72) a 2019 (18,10) houve aumento de 2,15%. Analisando o número de óbitos na faixa etária dos 50 a 59 anos no período de 2014 (232) e 2019 (228) constando uma redução de 1,72%. Entre a faixa etária de 60 a 69 no período de 2014 (440) a 2019 (476) ocorreu um aumento de 8,18%. Já na faixa etária dos 70 a 79 anos entre os anos de 2014 (787) e 2019 (822) houve um aumento de 4,45%. A última faixa etária analisada de indivíduos acima dos 80 anos, teve um aumento nos anos de 2014 (1242) e 2019 (1526) de 22,87%. Sendo assim, de acordo com os dados apresentados é possível notar que em relação as internações, taxa de mortalidade e óbitos por ano foi observado um aumento de 2014 a 2019, porém ocorreu uma redução na taxa de mortalidade dos anos de 2014 a 2019 dentro da faixa etária dos 50 a 59 com uma redução de 1,89%. Contudo, é evidente que a população de maior alvo desta infecção é a população idosa.
Publicado
2021-01-25
Como Citar
HEROLD, Sara Canuto et al. PNEUMONIA NO ESTADO DO PARANÁ-BRASIL UMA ANALISE SOBRE INCIDENCIA DE INTERNAÇÃO, TAXA DE MORTALIDADE E ÓBITO. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 57, n. S1, p. 072-073, jan. 2021. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/3878>. Acesso em: 06 mar. 2021.
Seção
Anais do 1º Congresso Interligas de Medicina UNINGÁ