VASCULITE POR IgA SOB FORMA DE APRESENTAÇÃO CUTÂNEA EM MULHER DE 45 ANOS TRATADA COM CORTICOSTEROIDE: RELATO DE CASO

Resumo

A Vasculite por imunoglobulina A (IgAV) é conhecida por ser uma vasculite sistêmica de pequenos vasos. Apesar desta condição ser capaz de se estabelecer em qualquer faixa etária, o perfil epidemiológico desta doença afeta, majoritariamente, a população pediátrica situada entre 2 e 10 anos de idade. Nesse sentido, este artigo descritivo, tem como objetivo relatar o raro caso de uma paciente adulta que evoluiu com a IgAV, apresentação de forma cutânea, sendo tratada com corticosteroide. Para tanto, após consentimento livre e esclarecido da paciente foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade de Rio Verde (UniRV – GO), cujo Certificado de Apresentação para Apreciação Ética é 36621920.0.0000.507. Logo, descobriu-se que a paciente evoluiu com clínica compatível para IgAV de provável acometimento cutâneo pelas lesões em forma de púrpura e pelo envolvimento renal, apresentando boa resposta terapêutica com a corticoterapia em doses não imunossupressoras e após 1 ano e 3 meses de follow-up houve remissão do quadro sem novos episódios. Encontra-se na literatura alguns relatos sobre a boa resposta terapêutica desta forma clínica com a corticoterapia em doses não imunossupressoras, no entanto ensaios clínicos são necessários.
Publicado
2021-09-14
Como Citar
SOBRINHO, Daniella Mendes de Souza et al. VASCULITE POR IgA SOB FORMA DE APRESENTAÇÃO CUTÂNEA EM MULHER DE 45 ANOS TRATADA COM CORTICOSTEROIDE: RELATO DE CASO. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 58, p. eUJ3780, set. 2021. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/3780>. Acesso em: 28 set. 2021.
Seção
Artigos