PREVALÊNCIA DE AGENESIA DENTÁRIA EM PACIENTES SUBMETIDOS A TRATAMENTO ORTODÔNTICO: UM ESTUDO RADIOGRÁFICO

Resumo

A anomalia dentária de desenvolvimento mais comum na dentição humana é a agenesia dentária, que pode acontecer nas dentições decídua e permanente. Os dentes mais acometidos pela agenesia são os terceiros molares, pré-molares e incisivos laterais superiores. Comumente está associada a outros tipos de anomalias como a microdontia, ectopias e atraso no desenvolvimento dentário. Portanto, o cirurgião dentista deve se atentar para o desenvolvimento de outras anomalias para que o diagnóstico e a interceptação ortodôntica aconteçam em momento oportuno. Foi realizada uma avaliação das radiografias panorâmicas da documentação de 50 pacientes, selecionados aleatoriamente, com idade entre 6 e 20 anos, de ambos os gêneros, excluindo pacientes sindrômicos, que buscaram tratamento ortodôntico no Curso de Pós-graduação em Ortodontia do Centro Universitário de Volta Redonda. O objetivo desse estudo observacional foi avaliar a presença de agenesia de algum elemento dentário permanente, excluindo os terceiros molares, identificar os dentes mais acometidos, bem como, a associação com outras anomalias dentárias. Avaliando os resultados observou-se que 9 pacientes apresentavam agenesia dentária (18%), com maior prevalência no gênero feminino (55,6%). Os dentes mais acometidos foram os incisivos laterais superiores, seguido dos segundos pré-molares inferiores e segundos pré-molares superiores. A presença de outras anomalias dentárias associadas à agenesia foi identificada em 4 pacientes (44,4%), com predomínio no gênero feminino (75%), que foram o atraso no desenvolvimento dentário, forma conóide, ectopia no posicionamento e dilaceração radicular. Concluiu-se que na amostra estudada houve alta prevalência de agenesia dentária, tendo como referência outros estudos com pacientes ortodônticos.
Publicado
2021-03-11
Como Citar
PARAVIZO, Camila Afonso et al. PREVALÊNCIA DE AGENESIA DENTÁRIA EM PACIENTES SUBMETIDOS A TRATAMENTO ORTODÔNTICO: UM ESTUDO RADIOGRÁFICO. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 58, p. eUJ3643, mar. 2021. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/3643>. Acesso em: 19 abr. 2021.
Seção
Artigos