REAÇÕES ADVERSAS E ANAFILÁTICAS APÓS O USO DE PENICILINA BENZATINA EM GESTANTES COM SÍFILIS: REVISÃO INTEGRATIVA

  • Jaiza Sousa Penha
  • Poliana Pereira Costa Rabelo
  • Geysa Santos Góis Lopes Universidade Federal do Maranhão
  • Sara Maria Ferreira de Sousa
  • Raires Castro de Sá
  • Cindy Rebouças Palmeira
  • Isaura Letícia Tavares Palmeira Rolim

Resumo

A sífilis na gestação consiste em um relevante problema de saúde pública, podendo causar graves problemas na saúde da criança. No tratamento, o uso da penicilina benzatina possui a sua segurança questionada devido à possibilidade de ocorrência de reações adversas. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura que buscou analisar a produção científica acerca da ocorrência de reações adversas e anafiláticas após o uso de penicilina benzatina no tratamento de sífilis em gestantes a partir de publicações indexadas nas bases de dados Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE), Scientific Eletronic Library Online (SCIELO), Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) e Base de dados em Enfermagem (BDENF), entre dezembro de 2018 a dezembro de 2019. Foram incluídos na amostra seis estudos. Reafirmou-se a administração com segurança da penicilina benzatina na rede básica de saúde e confirmou-se que pacientes sifilíticas deixam de receber tratamento adequado pelo medo dos profissionais. O uso da penicilina é eleito como o mais resolutivo a fim de evitar as consequências da sífilis gestacional para mãe e concepto. Reitera-se a importância do aparato tecnológico necessário em casos emergenciais, profissionais capacitados e a articulação das redes de saúde.
Publicado
2020-06-30
Como Citar
PENHA, Jaiza Sousa et al. REAÇÕES ADVERSAS E ANAFILÁTICAS APÓS O USO DE PENICILINA BENZATINA EM GESTANTES COM SÍFILIS: REVISÃO INTEGRATIVA. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 57, n. 2, p. 83-94, jun. 2020. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/3421>. Acesso em: 07 ago. 2020.
Seção
Artigos