USO DO NITRATO DE POTÁSSIO NO TRATAMENTO DA HIPERSENSIBILIDADE DENTINÁRIA: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Resumo

Este trabalho teve como objetivo realizar uma revisão de literatura sobre o tratamento da hipersensibilidade dentinária com agentes dessensibilizantes a base de Nitrato de potássio. Foi realizado levantamento bibliográfico do período de 2003 a 2019 nas bases de dados PubMed e Scielo. Foram utilizadas as palavras chaves em português “Desmineralização” “Hipersensibilidade da Dentina” e “Nitrato de Potássio” e as correspondentes em inglês, “Demineralization” “Dentin Sensitivity” e “Potassium Nitrate”. A literatura apontou que o nitrato de potássio atua aumentando a concentração de íons potássio na extremidade interna dos túbulos dentinários em nível suficiente para inativar às terminações nervosas da polpa. Isto provocou a despolarização das fibras nervosas, apresentando ação mais rápida e duradoura quando comparado a outros agentes dessensibilizantes. Dentifrícios a base de KNO3 sozinho ou combinados com outros componentes mostraram-se capazes de tratar de maneira eficaz a hipersensibilidade dentinária. As formas de incorporação do nitrato de potássio mais frequentes são através de dentrifícios e colutórios bucais onde a posologia que mais apresentou resultados satisfatórios para o uso dos mesmos no tratamento da hipersensibilidade dentinária foi a associação da escovação e enxágue, respectivamente, duas vezes ao dia durante dois minutos. Todos os agentes dessensibilizantes a base de nitrato de potássio analisados no presente estudo foram capazes de tratar de maneira eficaz a hipersensibilidade dentinária.
Publicado
2021-03-11
Como Citar
ARRUDA, Héberte de Santana et al. USO DO NITRATO DE POTÁSSIO NO TRATAMENTO DA HIPERSENSIBILIDADE DENTINÁRIA: UMA REVISÃO DE LITERATURA. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 58, p. eUJ3339, mar. 2021. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/3339>. Acesso em: 19 abr. 2021.
Seção
Artigos