TRATAMENTO ESTÉTICO ANTERIOR: ASSOCIAÇÃO DE CLAREAMENTO DENTAL E SUBSTITUIÇÃO DE RESTAURAÇÕES INSATISFATÓRIAS

Resumo

Um dos maiores desafios da odontologia minimamente invasiva é o reestabelecimento restaurador de tecidos dentais perdidos ao mesmo tempo em que se preserva ao máximo os substratos sadios, sem realizar desgastes adicionais em esmalte e dentina hígidos. Dentre os procedimentos odontológicos estéticos, o clareamento dental é um dos mais requisitados pelos pacientes insatisfeitos com a aparência do seu sorriso. Isto ocorre devido a sua eficácia, baixa invasividade e simplicidade da técnica. Após a realização do procedimento, se faz necessário a substituição das restaurações pré-existentes em razão do aspecto não harmônico resultante. Este trabalho tem como objetivo relatar um caso clínico de tratamento estético anterior em que os anseios estéticos da paciente foram resolvidos sob uma ótica conservadora, minimante invasiva com clareamento dental (técnica associada) e restaurações tipo Classe III e IV em resina composta. Para que o tratamento tenha sucesso, todas as etapas clínicas são de suma importância e, neste caso, as expectativas do paciente foram alcançadas por meio de uma abordagem conservadora e com alta previsibilidade.
Publicado
2020-12-23
Como Citar
JUNQUEIRA JÚNIOR, Alvaro Augusto et al. TRATAMENTO ESTÉTICO ANTERIOR: ASSOCIAÇÃO DE CLAREAMENTO DENTAL E SUBSTITUIÇÃO DE RESTAURAÇÕES INSATISFATÓRIAS. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 57, n. 4, p. 119-128, dez. 2020. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/3310>. Acesso em: 24 jan. 2021.
Seção
Artigos