PANCREATITE AGUDA GRAVE: UM RELATO DE CASO DE COMPLICAÇÕES SISTÊMICAS EM UM PACIENTE PREVIAMENTE HÍGIDO

  • Priscila Masson Maia Faculdade Ingá
  • Cynthia Neves de Vasconcelos Hospital Norte Paranaense - HONPAR
  • Scarlett Richter Bertoglio Faculdade Ingá
  • Ludilaine Bronzati Faculdade Ingá
  • Lucia Jeorgea dos Santos Coelho Faculdade Ingá
  • Giovanna Menin da Silva Faculdade Ingá

Resumo

A pancreatite aguda (PA) é um processo agudo de inflamação do parênquima pancreático, cuja etiologia mais comum é a litíase biliar (70%), seguida de etilismo agudo e hipertrigliceridemia. Sua incidência anual varia de 4,9 a 35 por 100.000 habitantes, sendo que a forma grave da doença acomete apenas 20% dos pacientes e a taxa de mortalidade pode atingir 30%. No caso em questão, chama a atenção o fato de uma paciente de 49 anos previamente hígida se incluir dentro dos 20% de pacientes que desenvolvem a forma grave da PA, com mortalidade estimada de 42,4% segundo o APACHE II. A paciente em questão chegou ao pronto-socorro com instabilidade hemodinâmica, sinais de choque e desconforto respiratório. O raio-X de tórax revelou cardiomegalia, derrame pleural bilateral e condensação pulmonar; e áreas de atelectasia foram visualizadas na TC de tórax. A dor epigástrica persistente, associada à elevação da amilase sérica acima de 3 vezes o limite superior, possibilitou estabelecer o diagnóstico de PA, de modo que a US de abdômen revelou sua principal etiologia: colecistopatia litiásica. A paciente evoluiu com disfunção dos sistemas cardiovascular, renal e respiratório, cuja persistência por mais de 48 horas, classificou a PA em grave, de acordo com a Classificação de Atlanta. A paciente permaneceu internada por 10 dias, sendo submetida ao tratamento preconizado pelas diretrizes de PA, de modo que evoluiu com estabilidade hemodinâmica e melhora do quadro clínico e laboratorial. Foi finalmente encaminhada para a realização de colecistectomia, que é o tratamento de escolha da pancreatite biliar.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##
Especialista em Cirurgia Geral pelo Hospital Cajuru CR (2004), credenciada junto ao CBC – Colégio Brasileiro de Cirurgiões (2005). Atualmente é preceptora no programa de residência médica em Cirurgia Geral do Hospital Norte Paranaense – HONPAR e docente no curso de Medicina da Faculdade Uningá.
##submission.authorWithAffiliation##
Graduanda do curso de Medicina da Faculdade Ingá – UNINGÁ.
##submission.authorWithAffiliation##
Graduanda do curso de Medicina da Faculdade Ingá – UNINGÁ.
##submission.authorWithAffiliation##
Graduanda do curso de Medicina da Faculdade Ingá – UNINGÁ
##submission.authorWithAffiliation##
Graduanda do curso de Medicina da Faculdade Ingá – UNINGÁ.
Publicado
2019-09-05
Como Citar
MAIA, Priscila Masson et al. PANCREATITE AGUDA GRAVE: UM RELATO DE CASO DE COMPLICAÇÕES SISTÊMICAS EM UM PACIENTE PREVIAMENTE HÍGIDO. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 56, n. 3, p. 160-169, set. 2019. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/3014>. Acesso em: 10 dez. 2019.
Seção
Artigos