AVALIAÇÃO DE DISTÂNCIAS NA DETECÇÃO FENOTÍPICA DE BETALACTAMASE DE ESPECTRO ESTENDIDO EM CEPA PADRÃO DE Klebsiella pneumoniae

Resumo

Dentre as bactérias com alta resistência a antimicrobianos, as Gram-negativas produtoras de betalactamases de espectro estendido (ESBL) tornaram-se um grande problema de saúde pública. As cepas produtoras de ESBL são frequentemente associadas a pneumonias, septicemias, infecções urinárias, bacteremias e meningites, entre outras infecções. A Klebsiella pneumoniae é um bacilo Gram negativo comum a microbiota normal do intestino humano. Possui altas taxas de cepas produtoras de ESBL que catalisam a hidrólise do anel betalactâmico dos antimicrobianos que o possuem. A metodologia do TSDD utiliza o sinergismo dos antibióticos difundidos no ágar Muller Hinton (MHA), para que ocorra o aparecimento da área fantasma, entretanto o sinergismo pode apresentar resultados falsos quando a distância entre os disco contendo os fármacos é maior do que a capacidade de difusão do antimicrobiano no MHA. A detecção de ESBL é utilizada frequentemente nos laboratórios de microbiologia por ser uma técnica de baixo custo, fácil execução e com resultados confiáveis, entretanto não há um consenso quanto as distâncias padronizadas entre os discos. O objetivo deste trabalho é avaliar até que distâncias de centro a centro podem ser utilizadas na rotina laboratorial na detecção fenotípica de ESBL por teste de sinergismo por disco duplo (TSDD). No presente trabalho foi utilizado uma cepa de ATCCTM 700603 de K. pneumoniae produtora de ESBL, de acordo com o recomentado pelo BrCAST. Nossos resultados apontam que as variações nas distâncias podem trazer resultados falso-negativo para valores maiores do que 34 mm e menores do que 20 mm.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##
Possui Graduação em FARMÁCIA com Habilitação em ANÁLISES CLÍNICAS pela UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ, UEM-PR, Especialização em Farmacologia Oncológica pelo HOSPITAL ERASTO GAERTNER, Curitiba-PR, 2012. Mestrado no programa de pós graduação de Biociências e Fisiopatologia, PBF, da Universidade Estadual de Maringá - PR, 2015. Docente nas disciplinas de Microbiologia clínica e estágio em análises clínicas para o curso de Biomedicina e Farmácia Hospitalar para o curso de Farmácia no centro Universitário Ingá - Uningá
Publicado
2020-10-06
Como Citar
OLIVEIRA, Thais Druscz de; AGUERA, Raul Gomes; ECKER, Alessandra Barrochelli da Silva. AVALIAÇÃO DE DISTÂNCIAS NA DETECÇÃO FENOTÍPICA DE BETALACTAMASE DE ESPECTRO ESTENDIDO EM CEPA PADRÃO DE Klebsiella pneumoniae. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 57, n. 3, p. 39-49, out. 2020. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/2857>. Acesso em: 21 out. 2020.
Seção
Artigos