BOAS PRÁTICAS DE ASSISTÊNCIA AO TRABALHO DE PARTO E PARTO: REVISÃO INTEGRATIVA

  • Satye Rocha Pereira UFPI
  • Laiane Ávila Santos Castelo Branco AESPI
  • Gleycica Rainne Araújo da Silva UNINOVAFAPI
  • Tatiana Maria Guimarães Melo UFPI
  • Jacyara Rodrigues de Carvalho

Resumo

O presente estudo trata-se de uma revisão integrativa que objetivou buscar na literatura o que se tem em pesquisas realizadas sobre as boas práticas no trabalho de parto e parto.O levantamento de dados foi realizado nas bases LILACS e BDENF utilizando-se os descritores dor, parto, método e alivio, foram selecionados 10 artigos que evidenciaram como principais práticas a serem incentivadas, banho quente, escolha de posições verticalizadas, a presença de um acompanhante de escolha da mulher e a episiotomia e amniotomia de rotina com o práticas a serem desencorajadas. Concluiu-seque as boas práticas no trabalho de parto e parto são eficazes e garantem a satisfação da mulher e a humanização na assistência.
Publicado
2019-09-26
Como Citar
PEREIRA, Satye Rocha et al. BOAS PRÁTICAS DE ASSISTÊNCIA AO TRABALHO DE PARTO E PARTO: REVISÃO INTEGRATIVA. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 56, n. S6, p. 123-133, set. 2019. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/2845>. Acesso em: 20 out. 2019.