FISIOTERAPIA NA PREVENÇÃO DE QUEDAS EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS: A PERCEPÇÃO DO IDOSO

  • Diana Teixeira Matias
  • Weslyana da Silva Rabêlo
  • Bárbara de Paula Andrade
  • Cleideane Gonzada Damasceno de Souza
  • Margylly Hyanne Cardoso de Araújo
  • José Nilson Rodrigues de Menezes Universidade de Fortaleza
  • Luciana Dias Belchior

Resumo

Objetivou-se conhecer a percepção do idoso institucionalizado sob a Fisioterapia na prevenção de quedas. A pesquisa realizada é descritiva, com natureza qualitativa e foi desenvolvida na Unidade de Abrigo de Idosos, a coleta de informações foi realizada no período de abril a junho de 2016 através de uma entrevista semiestruturada com idosos institucionalizados submetidos à assistência fisioterapêutica. Foram inclusos pacientes idosos do gênero masculino e idosos do gênero feminino, que já realizaram atendimento fisioterapêutico e exclusos pacientes idosos com dificuldades na fala ou alterações de estado mental que inviabilizasse a pesquisa. As informações foram analisadas através da análise temática, que consiste em descobrir os núcleos de sentido que compõem uma comunicação, cuja frequência signifique algo para objeto analítico visado. O presente estudo evidenciou pela percepção do idoso que a Fisioterapia é de grande importância para prevenção de quedas, usando de orientações, exercícios, e medidas educativas para proporcionar ao idoso uma maior autonomia e melhora nas atividades da vida diária, promovendo a qualidade de vida e proporcionando o bem-estar.
Publicado
2019-04-05
Como Citar
MATIAS, Diana Teixeira et al. FISIOTERAPIA NA PREVENÇÃO DE QUEDAS EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS: A PERCEPÇÃO DO IDOSO. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 56, n. S4, p. 161-169, abr. 2019. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/2832>. Acesso em: 26 abr. 2019.