VITAMINA C X SEPSE: UMA LUZ NO FIM DO TÚNEL?

  • Mayara Plocharski
  • Priscila Masson Maia
  • Rafaela Curioni Rosolem
  • Bruna Karla Manfroi
  • Marcelo Aguilar Puzzi
  • Cristopher Valomin

Resumo

RESUMO
A sepse é uma doença devastadora que acarreta um enorme dano em termos de morbimortalidade. Muitos estudos têm tentado melhorar o prognóstico deste quadro. Dados preliminares sugerem que a combinação de hidrocortisona, ácido ascórbico e tiamina (terapia HAT) pode reduzir a falência de órgãos em pacientes com sepse e choque séptico. A terapia é baseada no conceito de que uma combinação de agentes prontamente disponíveis, seguros e baratos,  atuando em múltiplos componentes da resposta do hospedeiro frente a um agente infeccioso, visa restaurar sinergicamente a resposta imune desregulada. Este trabalho revisou os recentes estudos envolvendo o uso de terapias alternativas, como os antioxidantes. Estes melhoram o prognóstico da sepse, a hipóxia tecidual e os danos teciduais e poderiam ser uma nova alternativa no manejo da sepse. Vitamina C: Será a luz no fim do túnel para a sepse?
 
PALAVRAS-CHAVE: Sepse, vitamina C, prognóstico.
Publicado
2019-09-05
Como Citar
PLOCHARSKI, Mayara et al. VITAMINA C X SEPSE: UMA LUZ NO FIM DO TÚNEL?. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 56, n. 3, p. 89-94, set. 2019. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/2803>. Acesso em: 10 dez. 2019.
Seção
Artigos