Manejo odontológico em crianças com leucemia aguda sob tratamento antineoplásico

  • Lucas Botelho Gazzinelli
  • Bruno Arlindo de Oilveira Costa Universidade Federal do Tocantins
  • Cintia Ferreira Gonçalves ITPAC-Porto Nacional
  • Luiz Alberto Valente Soares Júnior
  • Paulo Sérgio Silva Santos

Resumo

A terapia antineoplásica gera imunossupressão e alterações na cavidade bucal que muitas vezes pioram o quadro geral dos pacientes, podendo culminar na interrupção do tratamento quimioterápico, no entanto os cuidados bucais podem diminuir a morbidade e mortalidade dos pacientes oncológicos. Diante disso, esta revisão de literatura tem como objetivo apresentar uma sugestão de cuidados odontológicos para as manifestações bucais que podem ocorrer antes, durante e depois do tratamento antineoplásico em crianças com leucemias. A busca na literatura foi realizada por meio da base de dados Pubmed, Lilacs e Bibliografia Brasileira de Odontologia (BBO), além de capítulos de livros, dissertações. Diante disso, esta revisão mostrou as alterações bucais mais frequentes nas fases das leucemias e propôs algumas formas de tratamento odontológico para o suporte a estes indivíduos, os quais receberam terapia antineoplásica, com o objetivo de proporcionar aos profissionais da saúde opções terapêuticas que melhorem a qualidade de vida dos indivíduos com leucemias. Palavras-chave: Leucemia, Manifestações Orais, Assistência odontológica para crianças, Antineoplásicos.

Publicado
2018-03-06
Como Citar
GAZZINELLI, Lucas Botelho et al. Manejo odontológico em crianças com leucemia aguda sob tratamento antineoplásico. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 55, n. 1, p. 121-133, mar. 2018. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/28>. Acesso em: 20 jul. 2018.
Seção
Artigos