RESTAURAÇÕES ESTÉTICAS ANTERIORES DIRETAS E INDIRETAS: REVISÃO DE LITERATURA

  • Denise Jesus Carrijo Faculdade Morgana Potrich
  • Jéssika Luiza Freitas Ferreira Faculdade Morgana Potrich
  • Fernanda Lopes Santiago Faculdade Morgana Potrich

Resumo

Atualmente há uma busca crescente pela melhoria da estética do sorriso juntamente com a evolução dos materiais restauradores odontológicos que vem aperfeiçoando e melhorando técnicas adesivas minimamente invasivas, sendo de suma importância para os profissionais da área odontológica, compreender e dominar sobre esse assunto. As restaurações do tipo faceta confeccionadas em resina composta ou em cerâmicas odontológicas são procedimentos estéticos amplamente indicados principalmente quando há alterações na morfologia da estrutura dental, na coloração e textura de superfície além de divergências de simetria e proporção. Este trabalho visa abordar através de uma revisão de literatura sobre restaurações diretas em resina composta e indiretas em cerâmica realizadas em dentes anteriores apontando suas principais vantagens, desvantagens fatores de sucesso e principais motivos de falha que irão influir sobre sua longevidade clínica. Pode-se concluir que as restaurações diretas e indiretas em dentes anteriores apresentam um alto índice de sucesso clínico em longo prazo, sendo o motivo de falha das facetas de resina composta relacionadas à estética, já as facetas em cerâmica apresentaram como principal falha a fratura da restauração. Entretanto quando bem indicadas e executadas a taxa de sobrevida destes procedimentos é considerada alta.
Publicado
2019-07-17
Como Citar
CARRIJO, Denise Jesus; FREITAS FERREIRA, Jéssika Luiza; SANTIAGO, Fernanda Lopes. RESTAURAÇÕES ESTÉTICAS ANTERIORES DIRETAS E INDIRETAS: REVISÃO DE LITERATURA. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 56, n. S5, p. 1-11, jul. 2019. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/2716>. Acesso em: 06 dez. 2019.