CONHECIMENTO DE GESTANTES SOBRE SUA SAÚDE BUCAL E A DO BEBÊ

  • Walésia Laianny Leite Martins
  • Híttalo Carlos Rodrigues Almeida Universidade de Pernambuco
  • Bruna Rafaela Vieira Pedrosa
  • Veronica Maria da Rocha Kozmhinsky
  • Cândida Augusta Rebelo de Moraes Guerra
  • Maria de Fátima Pessoa de Araújo Sabino
  • Rebeca Luiz de Freitas

Resumo

Objetivo: Avaliar o nível de conhecimento de gestantes sobre a sua saúde bucal e a saúde bucal do bebê. Método: Estudo de corte transversal com 221 gestantes que realizaram o pré-natal no Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira- IMIP, Recife/PE, no período de 3 meses, através da aplicação de um formulário.  Resultado: A média de idade foi de 27,16 anos (DP=6,87); a maioria era procedente do Recife (71,5%); o pré-natal odontológico era conhecido por 52,9%; a maioria não tinha conhecimento sobre doenças que podem acometer a cavidade bucal de gestantes (89,1%). Sobre a saúde bucal dos bebês, 44.8% relataram que a maneira mais correta de realizar a higiene antes da erupção dos dentes é utilizando gaze ou fralda embebida em água, 55,2% afirmaram que amamentar o bebê durante a noite não causa cárie, 49,8% que o creme dental infantil sem flúor é o mais indicado para bebês e 57,5% consideraram antibióticos como causa de cárie Conclusão: Gestantes ainda desconhecem a importância do pré-natal odontológico e tem poucas informações sobre sua saúde bucal e a do bebê.
Publicado
2019-06-02
Como Citar
MARTINS, Walésia Laianny Leite et al. CONHECIMENTO DE GESTANTES SOBRE SUA SAÚDE BUCAL E A DO BEBÊ. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 56, n. 2, p. 22-33, jun. 2019. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/2712>. Acesso em: 18 jun. 2019.
Seção
Artigos