AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO DA META INTERNACIONAL NÚMERO 4 DE SEGURANÇA EM HOSPITAL MILITAR

  • Henrique Mansur Universidade de Brasília
  • Cesar Barbosa Gonçalves
  • Eloise Cristiani Borriel Vieira
  • Joao Luiz QUAGLIOTTI Durigan

Resumo

Objetivo: A Meta internacional de número 4 de segurança tem por finalidade assegurar cirurgias com local de intervenção, procedimento e paciente corretos. Desta forma, o objetivo do trabalho foi avaliar como esta meta de segurança é aplicada em um hospital militar e o grau de relevância na segurança dos pacientes, sob a perspectiva dos funcionários da instituição.
Métodos: Foi realizada uma pesquisa descritivo-exploratória, com abordagem quantitativa e analítica, através de um questionário estruturado preenchido pelos profissionais da instituição sobre os Elementos de Mensuração da meta número 4 de segurança, definidos pela Joint Commission International (JCI).
Resultados: No total foram entrevistados 31 profissionais de saúde da instituição, entre enfermeiras (6,40%), técnicos de enfermagem (29,10%) e médicos (64,50%). Observou-se que a Meta é aplicada no hospital conforme proposto pela JCI. Alguns dos elementos de mensuração não são aplicados integralmente ou a todos os pacientes que são submetidos a procedimentos cirúrgicos, entretanto, 96,7% dos profissionais que participaram dos estudos reconhecem a importância da meta 4, considerando sua aplicação indispensável para todos os pacientes cirúrgicos.
Conclusões: Este estudo contribui para o planejamento de ações, especialmente na educação continuada, a supervisão permanente dos funcionários e a busca de falhas de forma proativa e não punitiva, objetivando uma cultura solidificada voltada à segurança e a busca pela acreditação hospitalar.
Publicado
2019-03-12
Como Citar
MANSUR, Henrique et al. AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO DA META INTERNACIONAL NÚMERO 4 DE SEGURANÇA EM HOSPITAL MILITAR. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 56, n. 1, p. 184-196, mar. 2019. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/2575>. Acesso em: 27 maio 2019.
Seção
Artigos