AS PROPORÇÕES DO CUIDADO PRE NATAL NA CONSULTA DE ENFERMAGEM

  • Aline Castro Oliveira
  • Ana Virginia Pinto da Silva Xavier
  • Antonia Lima Silva
  • Dulcilene Sales Rodrigues Escorcio
  • Edson De Souza Rodrigues
  • GRACELENA RAQUEL DA SILVA SOUSA IESM

Resumo

A atenção materno-infantil tem sido considerada uma área prioritária, principalmente no que diz respeito aos cuidados da mulher durante a gestação, que engloba: o pré-natal, o parto e o puerpério. Este estudo tem como objetivo geral analisar as representações das gestantes acerca da gestação e da atenção recebida na consulta de enfermagem do pré-natal. O presente estudo foi realizado por meio de uma revisão integrativa, foram selecionados trabalhos publicados nas bases de dados LILACS e SCIELO. Da pesquisa bibliográfica efetuada obteve um total 49 artigos publicados entre os anos de 2012 a 2017. Após leitura, selecionou-se 15 artigos. O principal objetivo da atenção pré-natal e puerperal é acolher a mulher desde o início da gravidez, no fim da gestação, o nascimento de uma criança. O profissional enfermeiro apresenta-se como elemento ativo da equipe de saúde, por exercer um papel educativo e contribuir para a ocorrência de mudanças concretas e saudáveis nas atitudes das gestantes, dos familiares e da comunidade, sempre em busca de bem-estar e qualidade de vida. Constatou-se que a consulta de enfermagem do pré-natal é de suma importância, sobretudo devido à forma como se estabelecem as relações de comunicação enfermeira-gestante.

Publicado
2017-10-19
Como Citar
OLIVEIRA, Aline Castro et al. AS PROPORÇÕES DO CUIDADO PRE NATAL NA CONSULTA DE ENFERMAGEM. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 54, n. 1, out. 2017. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/22>. Acesso em: 26 abr. 2018.
Seção
Artigos