DESPERTANDO PARA O PARTO: EXPECTATIVAS DE GESTANTES

  • Renata Martins da Silva Pereira UniFOA
  • Dyene Kelly Leopoldina Rodrigues da Silva Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA
  • Rafaela Cristina de Souza Ferreira Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA
  • Sâmela da Costa Andrade Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA

Resumo

O objetivo deste estudo foi identificar expectativas de gestantes sobre o trabalho de parto, parto e rotinas assistenciais a que será submetida durante a internação na maternidade. Trata-se de um estudo transversal, descritivo e quantitativo, realizado em Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) do município de Volta Redonda (RJ), entre agosto e outubro de 2017. Participaram do estudo 27 gestantes, em sua maioria 14 (51,8%) como idades entre 18 a 25 anos, a maioria estava no terceiro trimestre de gravidez 17 (62,9%) e 14 (51,8%) na primeira gestação. Um número significativo de gestantes, 13 (48,1%) tinha realizado seis ou mais consultas. Conclui-se que as gestantes participantes desta pesquisa embora não tenham em sua maioria planejado a gravidez, esperam um parto seguro, minimização da dor no parto normal, e a experiência positiva de sentir a emoção propiciada pelo nascimento de seu filho. Apresentam expectativas quanto ao momento do parto que vão ao encontro de seus direitos reprodutivos.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Enfermeira. Especialista em Enfermagem Obstétrica. Mestre em Ensino de Ciências da Saúde e meio Ambiente. Doutoranda do PPGENFBIO da UNIRIO.

Publicado
2018-10-26
Como Citar
SILVA PEREIRA, Renata Martins da et al. DESPERTANDO PARA O PARTO: EXPECTATIVAS DE GESTANTES. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 55, n. 3, p. 83-90, out. 2018. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/2142>. Acesso em: 19 nov. 2018.
Seção
Artigos