PRÁTICAS DO PROFISSIONAL PSICÓLOGO NO ATENDIMENTO À MULHERES COM CÂNCER DE MAMA NO SUS: DISCUSSÕES SOBRE A INTEGRALIDADE NO CUIDADO

  • PRISCILA ROCHA BIRAL
  • CARLA FERNANDA BARBOSA MONTEIRO

Resumo

Este artigo objetivou descrever e discutir a prática do profissional psicólogo no Sistema Único de Saúde (SUS), no atendimento a mulheres com câncer de mama. Visou refletir especificamente sobre como o princípio da Integralidade se dá na prática do Psicólogo atuante em políticas Públicas. Para isso foi realizada uma pesquisa de revisão bibliográfica, em bases científicas virtuais, e periódicos, como: Scielo, Google Acadêmico, Sites Governamentais, dissertações de mestrado, e livros. Realizou-se também busca e análise de documentos que regulamentam as políticas que embasam a prática do Profissional Psicólogo no atendimento realizado no SUS a população feminina vítima do câncer de mama. Este tipo de estudo contribui para que os profissionais de saúde, principalmente os de saúde mental, possam analisar de forma crítica como tem se mostrado as práticas de atendimento junto ao SUS. Considerando assim, conquistas e debilidades nas respectivas formas de atendimento à população. Os resultados encontrados sugerem que o Psicólogo atua a partir de uma visão biopsicossocial, a fim de entender o sujeito como um todo visando a Integralidade no atendimento. Diante disso, conclui-se a presença do Psicólogo no atendimento a mulheres com câncer de mama é essencial, a fim de contribuir para uma qualidade de vida e o bem-estar emocional do paciente.

Publicado
2018-03-06
Como Citar
BIRAL, PRISCILA ROCHA; MONTEIRO, CARLA FERNANDA BARBOSA. PRÁTICAS DO PROFISSIONAL PSICÓLOGO NO ATENDIMENTO À MULHERES COM CÂNCER DE MAMA NO SUS: DISCUSSÕES SOBRE A INTEGRALIDADE NO CUIDADO. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 55, n. 1, p. 64-75, mar. 2018. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/2106>. Acesso em: 21 set. 2018.
Seção
Artigos