TRAUMATISMO EM DENTE DECÍDUO, SEQUELA E MANUTENÇÃO DE ESPAÇO

  • Julieferson Santos dos Reis Faculdade Ingá
  • Francisco Kelmer
  • Gabriela Cristina Santin
  • Lucimara Cheles da Silva Franzin

Resumo

O traumatismo dentário é comum na população infantil, principalmente nas faixas etárias menores. O trauma independente da etiologia, geralmente envolve os dentes anteriores, influenciando de forma expressiva a estética e função do indivíduo. O objetivo deste estudo é apresentar um caso clínico de traumatismo dentário, sequela e reabilitação. Paciente gênero masculino, de 36 meses de idade, sofreu queda, havendo a extrusão quase completa do dente 61 e dilaceração da mucosa. Após anamnese, o plano de tratamento constituiu na exodontia do dente 61, sutura da mucosa e a instalação posterior de um aparelho mantenedor de espaço móvel, com monitoramento do desenvolvimento do dente 21. Assim, por meio de atenção odontológica adequada nos casos de traumatismos dentários, agilidade neste tratamento de urgência, planejamento correto e proservação, se proporcionará um melhor prognóstico para o paciente, evitando-se futuras complicações para os dentes permanentes.
Publicado
2018-12-20
Como Citar
DOS REIS, Julieferson Santos et al. TRAUMATISMO EM DENTE DECÍDUO, SEQUELA E MANUTENÇÃO DE ESPAÇO. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 55, n. S3, p. 20-28, dez. 2018. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/190>. Acesso em: 15 nov. 2019.