FATORES ASSOCIADOS AO ESTRESSE OCUPACIONAL ENTRE TRABALHADORES DE UMA INSTITUIÇÃO ENSINO DE SUPERIOR

  • Vanessa Duarte de Souza UNESPAR - Universidade Estadual do Paraná
  • Heloa Costa Borim Christinelli UNESPAR - Universidade Estadual do Paraná
  • Maria Antônia Ramos Costa UNESPAR - Universidade Estadual do Paraná
  • Elen Ferraz Teston UNESPAR - Universidade Estadual do Paraná
  • Dandara Novakowski Spigolon UNESPAR - Universidade Estadual do Paraná
  • Gabriela Michel dos Santos Benedetti UNESPAR - Universidade Estadual do Paraná
  • Verusca Soares de Souza UNESPAR - Universidade Estadual do Paraná

Resumo

Tratou-se de estudo descritivo de abordagem quantitativa que teve por objetivo identificar os fatores associados ao estresse entre trabalhadores de uma instituição de ensino superior. Realizado em uma instituição pública de ensino superior, do noroeste do Paraná, com 44 trabalhadores. Verificou-se a prevalência de ansiedade (51,8%) e a hipertensão arterial (25,4%). Os fatores de estresse relacionados as condições de trabalhos que se destacaram foram falta de recursos, equipamento e infraestrutura (70,45%) e excesso de carga horária e trabalho (68,18%). As dificuldades nas relações humanas (79,53%) e a baixa adesão à pratica de exercícios físicos (41,7%) também foi apontado como estressor. Quanto as condições de gestão, mostrou-se a falta de suporte, apoio e omissão do governo (70,45%) e incertezas, mudanças no trabalho e no governo (63,63%). Conclui-se que os fatores determinantes para o estresse referidos por trabalhadores foram as condições de trabalho, dificuldades nas relações humanas e características negativas da gestão. 
Publicado
2019-06-02
Como Citar
DE SOUZA, Vanessa Duarte et al. FATORES ASSOCIADOS AO ESTRESSE OCUPACIONAL ENTRE TRABALHADORES DE UMA INSTITUIÇÃO ENSINO DE SUPERIOR. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 56, n. 2, p. 134-142, jun. 2019. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/1752>. Acesso em: 09 dez. 2019.
Seção
Artigos