MÚLTIPLOS DENTES SUPRANUMERÁRIOS EM PACIENTE NÃO SINDRÔMICO: REVISÃO DE LITERATURA E APRESENTAÇÃO DE CASO CLÍNICO

  • Patricia Fernandes Brito Silva centro universitario uninga
  • Izabella Irani Hipólito
  • Alessandra Vincentin
  • Suzana Goya
  • Heldo Cesar Figueira Junior

Resumo

RESUMO
A hiperdontia é uma anomalia de número de dentes que pode ocorrer durante o desenvolvimento humano, podendo ser encontrada na dentição permanente ou decídua, e que apresenta uma morfologia variada. As teorias quanto a etiologia ainda não estão bem elucidadas, porém a hiperatividade da lâmina dentária é a mais aceita na literatura. Outros estudos apontam seu relacionamento com síndromes, hereditariedade ou genética. O intuito deste artigo é levantar conteúdo científico a fim de correlacionar demais pesquisas a respeito da etiologia, epidemiologia, diagnóstico, tratamento e complicações que os dentes supranumerários possam causar, apresentando um caso clinico selecionado para a ilustração deste artigo. Paciente do gênero masculino, 18 anos de idade, não sindrômico, que possuía seis elementos supranumerários. O diagnóstico foi obtido através de exames de imagens e o plano de tratamento seguiu com a remoção cirúrgica.  Conclui-se que o diagnóstico deve ser precoce para que se faça a intervenção correta uma vez que esta condição pode resultar em inúmeras complicações futuras. 
Publicado
2018-12-20
Como Citar
SILVA, Patricia Fernandes Brito et al. MÚLTIPLOS DENTES SUPRANUMERÁRIOS EM PACIENTE NÃO SINDRÔMICO: REVISÃO DE LITERATURA E APRESENTAÇÃO DE CASO CLÍNICO. REVISTA UNINGÁ, [S.l.], v. 55, n. S3, p. 211-220, dez. 2018. ISSN 2318-0579. Disponível em: <http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/164>. Acesso em: 15 nov. 2019.